Estudos têm mostrado que o exercício consistente pode ajudá-lo a estimular ambos os lados do cérebro.
A ciência agora acredita que o exercício não é apenas bom para o coração, pode torná-lo também mais inteligente e isso significa que você pode melhorar o que faz. E mais rápido também. Dr John Tatey, professor associado de psiquiatria da "Harvard Medical School" compara: "...Fazer exercício é como tomar Prozac ou Ritalina na hora certa... Ele altera o humor, a vitalidade, a atenção e o bem-estar".

"Conexão Corpo-Mente" é ciência de ponta atualmente. Talvez os gregos antigos a descobriram, mas hoje sabemos que o exercício aeróbico não somente bombeia mais sangue aos músculos, como ajuda o coração a enviar mais sangue ao resto do corpo, incluindo o cérebro. Mais sangue significa mais oxigênio. Mais oxigênio significa células cerebrais mais saudáveis. Células cerebrais mais nutridas melhoram a compreensão que, por sua vez, alimenta níveis elevados de pensamentos.

A ciência já concluiu que menos de 30 minutos de exercício moderado por dia é o suficiente para "malhar" o cérebro na maioria dos adultos. Mais é melhor se você quer aumentar os benefícios da saúde que todos nós sabemos que o exercício físico proporciona. Se você está à procura de motivação para ajudá-lo a começar, talvez com a clareza mental que os exercícios proporcionam, você encontrará. Eis algumas informações sobre o exercício da mente que podem torná-lo mais esperto...

Resultados em apenas 10 minutos


A endorfina produzida pelo exercício também aumenta a capacidade de concentração, ajuda você a bloquear as distrações e melhorar a capacidade de definir prioridades. Com mais foco, você melhora a memória. Com melhoria das lembranças, o seu pensamento se torna mais preciso possibilitando-lhe acesso a habilidades mais importantes. 

"Altos Níveis de Pensamento Produtivo" exigem muita energia... especialmente quando você precisa de impulso de criatividade. A criatividade exige muito do cérebro e isso demanda boa resistência física e mental. 

Às vezes, nós precisamos de incentivos para um bom desempenho. Ao contrário dos benefícios gerados pelo exercício físico, que fazem efeito ao longo de um período, as recompensas mentais são imediatas. Com apenas 10 minutos de exercício mental vigoroso você pode liberar substâncias químicas de prazer dentro do seu sistema nervoso capazes de acalmá-lo, fazê-lo pensar mais claramente, melhorar o desempenho e até mesmo torná-lo mais feliz. Se você exercitar o cérebro hoje, ele lhe recompensará hoje mesmo... 

Exercícios podem incentivar o uso de ambos os lados do cérebro

Vários estudos indicam que a capacidade de usar os dois lados do cérebro leva a pensamentos mais equilibrados e isso está relacionado à boa nutrição do cérebro.

Essa experiências mostram ainda que a capacidade máxima de criatividade na maioria das crianças (lado direito do cérebro), acontece antes de elas entrarem para a escola. É que o nosso sistema educacional valoriza mais as habilidades do lado esquerdo do cérebro -- matemática, lógica, linguagem --, do que desenhar e/ou disciplinas que usam a nossa imaginação. Dessa forma, apenas cerca de dez por cento dessas crianças terão a capacidade criativa desenvolvida de maneira satisfatória aos sete anos de idade. Na fase adulta, a alta criatividade permanece em apenas 2 por cento da população. 

Novos estudos indicam que o exercício consistente estimula o cérebro inteiro, o que possibilita um aumento de competências. E já que a maioria de nós não é tão criativa como gostaria, uma boa "sacudida" no cérebro de vez em quando pode ser muito importante.

Fonte:  Tom LeDucWorld Life Expectancy
Matérias similares em: The New York Times ; Well (blog NYT)

2 comentários:

  1. Bem que estou precisando, acho que também relaxa o coração, em termos afetivos, beijão, sempre por aqui acompanhando!

    ResponderExcluir
  2. Deve ser esse meu problema.... o sedentarismo!!! Rsrrs..

    Beijos Ju

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.