Os bonobos são uma das espécies de macacos mais próximas aos seres humanos. Eles são mais sociáveis e menos agressivos que os chimpanzés, vivendo em sociedades menos estressantes e violentas. São conhecidos como um dos animais que mais praticam sexo com inúmeros parceiros durante a vida, inclusive do mesmo sexo. Agora, cientistas da Universidade Emory, nos Estados Unidos, descobriram que as fêmeas de bonobos costumam anunciar a todo o grupo quando estão tendo uma relação homossexual.

Os pesquisadores, que estudavam a comunicação entre bonobos numa reserva na República Democrática do Congo, descobriram que elas fazem mais barulho durante o sexo quando a “fêmea alfa” está por perto. Eles também notaram que as fêmeas consideradas de menor status no grupo fazem questão de chamar a atenção de todos quando fazem sexo com fêmeas de status mais alto. Segundo os pesquisadores, isso porque elas querem aumentar a própria posição no grupo.

A pesquisa, publicada na revista Scientific Reports, encontrou um padrão nas vocalizações das fêmeas durante a relação homossexual. Os cientistas perceberam que elas só fazem barulho quando o encontro acontece com membros mais importantes do bando. E também notaram que quanto maior for a "platéia" maior é a algazarra.

Ao contrário da maioria dos macacos, a sociedade dos bonobos é matriarcal. As mulheres conseguem dominar os homens justamente por conta das fortes relações entre as fêmeas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.