Em Canberra, na Austrália, entra em vigor lei que permite o casamento entre homossexuais

A lei que regula o casamento entre pessoas do mesmo sexo entrou nesta quinta-feira (07/11) em vigor no Território da capital australiana, em Canberra. Essa é a primeira legislação que permite esse tipo de união no país. As uniões civis entre pessoas do mesmo sexo são autorizadas na maioria dos estados australianos, mas o casamento rege-se pela lei federal, que limita a união de um homem com uma mulher. 

A Austrália tem seis estados e dois territórios. Os estados vizinhos ao território da capital informaram que impugnarão a lei porque a consideram conflitante com a lei federal.

Os primeiros casamentos poderão ser celebrados entre os dias 7 e 8 de dezembro, dado que a lei obriga a que os casais de pessoas do mesmo sexo informem as autoridades responsáveis, com um mês de antecedência, a intenção de se casar. O mesmo é exigido a casais heterossexuais.


Já o Kuwait, emirado árabe independente na costa do Golfo Pérsico, quer fazer exame médico para identificar e impedir a entrada de não cidadãos homossexuais no país. A proposta será avaliada por comitê central.

O emirado está desenvolvendo um teste médico para “detectar” homossexuais e preveni-los de entrar em seu território e no dos outros países membros do grupo Cooperação do Golfo – Bahrein, Catar, Arábia Saudita e Emirados Árabes. A medida foi anunciada pelo diretor de saúde pública do Kuwait, Yousouf Mindkar, em entrevista divulgada nesta segunda-feira (07/10) ao jornal local Al Rai.

“Nós vamos tomar medidas mais duras para nos ajudar a detectar gays que vão ser, então, barrados de entrar no Kuwait ou em qualquer outro Estado-membro do GCC”, afirmou, segundo agências internacionais.
Mindkar explicou que a ideia é incorporar o novo teste à avaliação médica realizada pelos centros de saúde para conceder o visto para não cidadãos dos países. A proposta será avaliada por um comitê central no dia 11 de novembro, acrescentou.

Exame médico para detectar homossexuais não existe -- cientificamente falando. Se liga na pronúncia portuguesa do nome Kuwait, cuja derivação vem do árabe 'akwat' e significa fortaleza construída perto da água.  Só há um jeito de fazer esse exame, né? Será? Ai...

Fonte: Opera Mundi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.