Foto ilustrativa (Google). Só pra descontrair...
Depois de anos de trabalho para por em atividade um projeto, várias pessoas se reuniram na tarde do último dia 22, em Estocolmo, para celebrar a abertura oficial do Regnbågen (arco-íris em sueco), uma espécie de condomínio para idosos LGBT. Segundo o jornal "The Local", o primeiro da Suécia.

Estavam lá futuros moradores e apoiadores, dentre eles Ears Mononen, residente e vice-presidente da associação, que declarou ao jornal: "As pessoas trabalharam duro durante vários anos para isso finalmente se tornar realidade."


Ele acrescentou: "Renbågen nos proporciona um pouco mais de segurança social [para os padrões suecos, né meu bem? No Brasil seria o ápice da segurança] e nos permitir viver em uma comunidade ativa. Este é um lugar onde as pessoas procuram o contato com seus vizinhos, ao invés de evitá-los."


Respondendo aos temores de o lugar se transformar em gueto, o presidente Christer Fällman (foto) afirma que não se trata de uma "volta para o armário". Regnbågen está aberto para pessoas de qualquer orientação sexual, desde que tenham no mínimo 55 anos de idade. Será mais uma forma de integração."

Ele espera que esse tipo de projeto se torne tendência na Suécia: "Eu já soube estão pensando em fazer algo semelhante em Gotemburgo", disse Mononen.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.