Um homem tatuou no braço Levítico 18:22, que proíbe a homossexualidade. Infelizmente, Levítico 19:28 proíbe tatuagem'', diz repórter


O norte-americano Andrew Kaczynski, jornalista e repórter de política do site Buzzfeed, conhecido por apontar contradições entre o que as pessoas pregam e o que elas vivem (principalmente políticos), polemizou no Twitter.

De acordo rede ABC, Kaczynski utilizou o microblog para criticar o comportamento de um homem que apareceu em reportagem condenando a homossexualidade. O rapaz exibia como fonte de suas convicções, a tatuagem enorme no seu braço direito contendo um versículo do Levítico, o terceiro livro da Bíblia cristã e parte do Pentateuco, a Torah dos Judeus (Livro da lei) cuja autoria é atribuída a Moisés.

Kaczynski estranhou e escreveu no Twitter "Um homem tatuou no braço Levítico 18:22, que proíbe a homossexualidade. Infelizmente, Levítico 19:28 proíbe também a tatuagem". E agora?

Foi o suficientee para o homofóbico servir de chacota nas redes sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.