Um país não é maior do que o esporte nem o amor. A Rússia não pode impedir afeto entre pessoas, seja lá que orientação sexual elas tenham. O esporte é universal, assim como o amor. Nenhuma lei, por mais autônoma que seja, deve tolher o ser humano de manifestar sentimentos nobres: carinho, abraço, beijo...

As imagens do vídeo abaixo remetem a um casal gay, já que nós a analisamos num contexto prévia e propositadamente elaborado para esse fim. Contudo, ainda que elas resumam e presumam vários sentimentos misturados, que não cabem no coração de duas pessoas, o ápice é um singelo beijo entre duas mulheres supostamente apaixonadas.

A Rússia está tentando impor suas leis retrógradas e preconceituosas além de seu território geográfico, no momento em que pretende aplicá-las aos atletas e às pessoas dos quatro cantos do mundo que lá chegarão para as Olimpíadas de Inverno.

Falta pouco. Em alguns meses, o mundo estará olhando para a Rússia e é a nossa chance de acabar com essas leis absurdas. Mas é preciso que muito mais gente saiba do que está acontecendo naquele País.

Assista a esse vídeo de 2 minutos e, por favor, compartilhe-o com sua família e com seus amigos. Você também pode assinar a petição no site do All Out.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.