Por Silvio Frazão


Uma carta de amor aos gays ao redor do mundo. Assim o fotografo Kevin Truong classifica seu projeto "The Gay Men Project", criado há alguns anos quando ele ainda estudava no Instituto Pratt, no Brooklyn. Então, há cerca de dois anos, ele começou a viajar para diferentes cidades do mundo, dentre as quais Rio e São Paulo, e o projeto se transformou em um blog.

Kevin, de 31 anos, nasceu em um campo de refugiados em Kuala Lumpur, na Malásia. Ele se mudou ainda criança com a mãe e os irmãos para Portland, Oregon, e lá se formou em Economia, aos 22 anos. Se tornou integrante da 'Peace Corps', gigante americana no recrutamento de jovens para trabalhos voluntários em países subdesenvolvidos. Entre uma viagem e outra, apaixonou-se por fotografia. Nos tempos em que viveu em Belize, na América Central, o hobby foi tomando boa parte de seu tempo. Quando retornou aos Estados Unidos foi estudar fotografia em Nova York, onde vive até hoje.

Conversei com Kevin a respeito dessa aventura pelo mundo e ele contou que o objetivo do projeto é criar recursos para gays de todo o mundo contarem e compartilharem suas histórias. E sentirem orgulho delas. Para o fotógrafo, "The Gay Men Project" é um lugar onde gays no armário (ou qualquer pessoa interessada) podem acessar e ler essas histórias. "Minha esperança é que o projeto se torne fonte de identificação e uma comunidade para quem precisar. Por isso é importante que se trate de um site. É acessível a qualquer pessoa no mundo. Pessoas da Síria e do Iraque já visitaram o site. Isso é incrível para mim". 

No momento, Kevin não tem patrocinador. Ele financia seu próprio trabalho: “Sou um fotógrafo freelance, portanto qualquer dinheiro que eu receba, invisto na compra de passagens de avião para lugares onde eu possa me hospedar com amigos. Isso ajuda a reduzir os custos. Felizmente tenho amigos em todo o mundo que apoiam o projeto e estão dispostos a me receber."

Como participar

Kevin explica: "Normalmente, meu objetivo é ter pelo menos dez caras para fotografar em cada cidade para onde vou. Eu confio nas minhas páginas das redes sociais onde surge um amigo de um amigo ou um amigo do amigo do amigo. Dessa forma, sempre obtenho a diversidade que eu espero. Por exemplo, quando fui à cidade de Ho Chi Minh (Vietnã), eu não conhecia uma única pessoa de antemão. Entrei em um site de namoro e enviei cerca de mil e-mails tentando encontrar caras interessados ​​no projeto. Destes, cerca de cinquenta responderam. Dentre eles, fotografei cerca de quinze".

O mais interessante do projeto são as sutilezas que kevin apresenta: pessoas em seu ambiente natural falando sobre suas vidas, sonhos, desejos e principalmente o que significa para elas ser gay no mundo atual. 

Kevin é bastante acessível. Para participar, escreva para o e-mail: kevin@kevintruong.com, ou faça contato via FB page

Abaixo, a transcrição de um trecho da história mais recente contada no site "The Gay Men Project". Por acaso, é do carioca Thiago, de 30 anos. Foto, claro, de kevin Truong.


Silvio Frazão
Sobre o autor:
Jornalista, 40, carioca de nascimento e californiano por opção. Aquariano que sonha com o com o Hugh Jackman, mas também com a felicidade de todos, independentemente de sexo ou religião. Fan page: facebook.com/silvio.f.costa

Um comentário:

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.