Por Aluísio Bispo


O Identidade G volta com algumas sugestões de filmes com a temática LGBT. Quem não viu a primeira desta sequência, que trata sobre religião, visite a página "Filmes & Vídeos LGBT - Religião". Hoje o tema é guerra. Esses filmes estão disponíveis para download.

(1)
Bent (Bent)


Sinopse
Na Alemanha Nazista, no período que antecedeu a guerra, Max (Clive Owen) é um homossexual enviado para o campo de concentração de Dachau. Ele tenta esconder sua sexualidade usando uma estrela amarela, que era a forma de identificar judeus, ao invés do triângulo rosa usado para “marcar” os gays. No campo se apaixona por Horst (Lothaire Bluteau), prisioneiro homossexual que usa com orgulho seu triângulo rosa.



As cenas entre Max e Horst são ao mesmo tempo tensas e delicadas, sem contar a participação de Mick Jagger [imagem logo acima], travestido de drag, que é um show à parte.

(2)
Um amor para ocultar (A Love to Hide)


Sinopse
O filme tem início na primavera de 1942, em Paris, Jean e Philippe arriscam suas vidas para ajudar Sarah, uma amiga de infância de Jean que é judia e cuja família foi assassinada pela Gestapo. Jean é o grande amor de Sarah, mas ele é homossexual e apaixonado por Philippe, membro da resistência francesa. 



Os três conseguem manter uma relação harmoniosa até entrar em cena o irmão de Jean, colaborador dos nazistas. Quando Jean é falsamente acusado de manter um caso com um oficial alemão começa a descida ao inferno sob o signo do triângulo rosa.

Um filme brilhante, intenso e mais detalhista quanto à perseguição aos gays no período da 2ª Guerra Mundial.

Obrigado.
Aluísio Bispo

Um comentário:

  1. O primeiro filme L.G.B.T. que assisti foi Querelle dirigido por um alemão e sugerido pelo meu diretor de teatro, depois ainda assisti Maurice, lindo filme, foram filmes importantes na minha vida, isso em 1988, acho que tinha dezenove anos, início de carreira como ator em São Paulo.

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.