A "The Advocate", uma das revistas mais conceituadas sobre a defesa dos direitos LGBT, elegeu  o presidente russo, Vladimir Putin, a "Personalidade do Ano". Com direito a bigode simulado [a la Hitler].

A atitude é provocativa, mas tem lá um fundo de homenagem. Como personalidade mundial, as suas declarações homofóbicas repercutiram e geraram intensos debates e manifestações mundo afora. A maioria absoluta contra ele e a favor dos homossexuais.

Putin é uma das personalidades políticas mais detestadas pela comunidade LGBT. Já no início de 2014, ele reiterou a defesa na aplicação de lei antigay na Rússia, comparou homossexuais a pedófilos e disse que seu país precisa “se livrar’ da homossexualidade se quiser aumentar a taxa de natalidade.


2 comentários:

  1. Pra mim isso é vontade pura. Um enrustido!
    O bigode pegou bem pra ele.

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Madonna partilha essa ideia, Margot.
      Beijos

      Excluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.