Desde que a homossexualidade do CEO da Apple, Tim Cook, tornou-se pública, a Rússia tenta dificultar a comercialização dos produtos no país


As mídias locais da Rússia revelaram que a polícia investiga se a Apple promove homossexualidade de forma ilegal com sua nova cartela virtual de Emojis.

As autoridades da região de Kirov instauraram processo investigativo baseado na denúncia do advogado Yaroslav Mikhailov, cujo argumento é que os Emojis infringem as leis anti-gays do país ao promover a homossexualidade a menores de idade.

Os novos Emojis surgiram com o sistema operacional móvel da Apple, o iOS 8.3, e permancem nas versões posteriores. Eles retratam famílias formadas por dois pais, duas mães e casais do mesmo sexo de mãos dadas.

Se ficar comprovado que Apple infringe leis locais, a empresa terá de pagar uma multa equivalente a 800 mil rublos (cerca de R$ 50 mil) aos cofres russos. A Apple também poderá ter a venda suspensa de seus produtos durante três meses.

Não é a primeira vez que a Rússia cruza fogo com a Apple por causa da postura pró LGBT da empresa e das leis anti-gays daquele país.

No ano passado, o legislador Vitaly Milonov sugeriu que os produtos da Apple fossem proibidos na Rússia porque a empresa é dirigida por um CEO assumidamente gay: Tim Cook.

Outro membro do governo russo reclamou sobre o álbum da banda U2, que pode ser baixado gratuitamente por usuários da Apple que fizerem upgrade do novo sistema iOS. O argumento é que o álbum "Songs of Innocense" promove relações homossexuais entre homens.

Como a Rússia pode enxergar maldade nos Emojis, mesmo que sejam "gays"? Só falta o país proibir homens de usarem camisas cor-de-rosa porque a cor remete à manifestação gay.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.