Uma campanha lançada pela Federação Nacional LGBT da Espanha busca incentivar denúncias a ataques homofóbicos. 

Na Espanha pelo menos 38% pessoas da comunidade LGBT se sentem discriminadas de alguma forma, mas apenas 10% denunciam. A associação quer chamar atenção para os crimes homofóbicos que ameaçam muitas pessoas com identidade sexual diferente da maioria. Com isso, pretende promover solidariedade na sociedade e fazer o governo fomentar leis contra homofobia.

O vídeo produzido desempenha muito bem essa função. Sensacional. 

As pessoas mostradas se sensibilizam e se constrangem com a situação de dois jovens norte-americanos supostamente gays. Com um papel na mão, eles acabam de desembarcar numa cidade da Espanha, mas não entendem nada de espanhol. O documento é a confirmação da reserva do Hostel que eles fizeram com antecedência.

Os dois jovens então vão às ruas da cidade espanhola pedindo às pessoas que lhes ajudem a encontrar o hostel e para elas traduzirem o que está escrito no papel. O problema é que, além da reserva, o suposto dono do albergue escreveu uma mensagem discriminatória na qual afirma ter pesquisado a vida dos rapazes nas redes sociais e sabe que eles são gays. Além de lhes advertir que não permitiria nenhuma manifestação afetiva deles em seu estabelecimento, fez ameças sérias e xingamentos de todas as espécies. 

É impressionante perceber o constrangimento, embaraço das pessoas tentando consolar e aconselhar os jovens. Confira agora no vídeo.

Curta a nossa fanpage no Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.