Bernadette Smith trabalhava numa ONG e há mais de uma década criou uma empresa pioneira no mercado norte-americano de casamento LGBT
Bernadette em ação - Imagem 14Stories
Onze anos atrás, quando Smith trabalhava para uma ONG, o casamento entre pessoas do mesmo sexo chegou em Massachusetts - o primeiro estado norte-americano a emitir certidões de casamento para casais do mesmo sexo. 

Ela testemunhou a onda de apoio ao casamento legal para casais LGBT e o fluxo constante de casais que queriam oficializar suas uniões. Um levantamento da Boston Globe revelou que metade dos casais que solicitaram certidões no primeiro dia já viviam juntos há uma década ou mais. Dois terços eram de mulheres dentre as quais 30 já criavam filhos. Na primeira semana, 2.468 casais do mesmo sexo deram entrada em suas certidões, dos quais pelo menos 164 eram de 27 Estados diferentes, inclusive o Distrito de Columbia.

Imagem: 14Stories
"Alguém tem que planejar esses casamentos. E pode ser eu", pensou Smith. Ela conta que precisava apenas encontrar um fotógrafo e alguns músicos. Smith diz que ela queria ajudar casais do mesmo sexo a romperem os papéis de gênero que definem os casamentos tradicionais. "Quero ajudar meus clientes a reinventar e a redefinir suas cerimônias", explica apontando que alguns deles estão juntos há 20 anos e acumulam uma vida inteira com suas próprias tradições. "Eu também quero que eles se sintam seguros. Tornou-se a missão da minha vida."
Smith diz que quer ajudar casais do mesmo sexo a saírem dos papéis de gênero que definem os casamentos tradicionais.
Com esse objetivo, ela deu início a 14 Stories, primeira empresa norte-americana especializada no planejamento de casamento legal de casais do mesmo sexo. Em 2009, Smith lançou o Gay Wedding Institute, que realiza pesquisas, comunicação corporativa e educa pessoas para casamentos de gays e lésbicas.
Em palestra no Gay Wedding Institute
Embora o mercado de casamento seja promissor, com casais que gastam em média $29.000 em seu dia especial, ela é rápida em apontar que esses números estão sendo reavaliados, não apenas porque eles se baseiam em recepções para 150 ou mais pessoas, mas porque casais do mesmo sexo têm tipicamente cerca de 80 convidados e estão dispostos a gastar excessivamente.

Além disso, "o consumidor LGBT é muito leal e o ideal em muitos aspectos", continua ela. "Eu sei que para os investidores esse negócio se torna bastante atraente". De acordo com dados compilados pelo Gay Wedding Institute, $259.000.000 foram gastos em Nova York somente durante o primeiro ano de legalização do casamento de casais do mesmo sexo. Os mais recentes dados do Censo dos EUA revelam que casais do mesmo sexo têm uma renda familiar média de $103,980, enquanto que os casais heterossexuais não casados ​​têm a renda familiar média de $ 62,857.

Imagem 14 Stories
Investir na educação para planejar casamentos do mesmo sexo é muito importante e ajudará a impulsionar o fluxo de receitas desse negócio. Infelizmente alguns investidores perdem seus negócios simplesmente porque não se preparam. Por exemplo, a linguagem e imagens que eles desenvolvem em seu trabalho podem soar constrangedores para um casal do mesmo sexo.

Confira mais imagens de casamentos 14Stories

Curta a nossa fanpage no Facebook








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.