Via WXIA Atlanta
Em setembro de 2014, aos 20 anos, Daniel Pierce postou um vídeo no YouTube no qual conta à família que é gay. Durante perturbadores cinco minutos, pai, madrasta e avós reagem violentamente a sua saída do armário. Eles renegam e expulsam o rapaz afirmando que a homossexualidade foi escolha dele, usando a religião como fundamento. 



Nas semanas seguintes ao vídeo, o namorado de Pierce criou uma página no "GoFundMe" narrando o acontecido e pedindo ajuda. A página arrecadou quase US $100.000 (quase R$ 400 mil)

Um ano após o vídeo se tornar viral, Daniel, 21 anos, contou, em entrevista para WXIA Atlanta -ele é da Geórgia, estado norte-americano-, que ainda não acredita no incidente. "Eu sinto como se estivesse falando de outra pessoa. Parece que assisti no noticiário falando sobre outra família".

Ele recomeçou a vida do zero e teve que aprender a ser independente. Alugou o próprio espaço e conseguiu emprego em um escritório de advocacia de Atlanta. 

O dinheiro arrecadado pagou despesas de subsistência e médicas - ele teve o acesso ao plano de saúde cortado pela família. Parte da arrecadação foi para Lost-n-Found Youth, o abrigo para jovens LGBT sem-teto que o acolheu por algum tempo. De acordo com Pierce, desde o ano passado o abrigo teve um afluxo de adolescentes que necessitam de assistência.
"Naquela noite eu perdi cinco membros da família, mas ganhei centenas de milhares de pessoas que praticamente me disseram 'Nós te amamos'. Pessoas que eu nunca vou conhecer."
Quem também se sensibilizou com o incidente de Daniel foi o ex-primeiro ministro da Autrália, Kevin Michael Rudd, 58 anos. Na ocasião ele chegou a qualificar as cenas como terríveis.

Em 2013, quando Daniel provavelmente ainda nem pensava em contar para sua família, o ex-primeiro ministro respondia a perguntas de um Q&A. Um pastor lhe fez a seguinte pergunta: "Olá, primeiro ministro. Eu sou pastor de uma igreja local e trabalho para a estação de rádio cristã. A maioria de nosso ouvintes e pessoas que ligam, estão falando que não votarão em você porque estão desiludidos, pois você parece mudar as suas crenças apenas para conseguir votos, como na questão do casamento gay. Então, por que deveríamos votar em você?".

A resposta é perturbadora, mas num bom sentido. Você confere no vídeo a seguir.

Compartilhe essa matéria; Daniel tem que continuar mostrando, de forma internacional, que a sua vida atual é melhor do que sua família.



Mais fotos de Daniel Pierce.





4 comentários:

  1. Ele se livrou de uma boa. Isso sim ! Que bom que os tempos mudaram e ele encontrou o devido apoio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O namorado foi muito importante nesse processo. É fundamental lembrar que tomar uma decisão assim, tem que ter apoio de pessoas que amam você, seja namorado(a) ou amigos.

      Excluir
    2. Bela historia de superação e de amor... muitas vezes nascemos na FAMILIA ERRADA, e temos que achara a familia certa... Pierce esta aprendendo a fazer isto, é duro, é sofrido, mas é a unica maneira dele sobreviver!

      Excluir
    3. E poucos têm a chance que ele teve de superar sem antes contrair uma depressão ou coisa pior. Realmente um bela história. Obrigado pela visita e comentário. :smile:

      Excluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.