Um professor assistente compartilhou o romance de dois de seus alunos e conta como eles se apaixonaram. "É um conto melhor do que os sites de romances", diz.


Sem dar nomes, o professor, que se identifica apenas como "TA" (Teacher's Aide - Professor Assistente), compartilhou o texto com imagens divertidas no site Imgur. Ele começa dizendo que ficou desconfiado quando ambos os estudantes perderam os exames finais.

"Estudantes que faltaram as provas finais, me enviaram e-mail", intitula o texto.

"No email um diz que esqueceu de ligar o alarme do celular e assim não conseguiu acordar. Como sempre foi bom aluno, acho que não mentiu". Então, o outro aluno faltou à final", continua ele.


"Os dois estão sempre juntos, o primeiro sempre faz os trabalhos, ao contrário do segundo. Comecei a focar nos detalhes dos dois."

O professor revela que percebeu como os estudantes passavam o tempo todo colados, mas no começo achava que se tratava de um 'bromance' - até perceber o súbito gosto comum nas roupas. "Que estranho, ambos vestem camisas de gola alta quando não está tão frio lá fora."

Finalmente a ficha cai e indica um romance. "Outro dia eles tentaram dar as mãos enquanto andavam de skate lado a lado. São inseparáveis ​​durante as aulas e mesmo que isso não distraia os demais alunos, definitivamente eles ficam centrados mais neles do que nas minhas aulas."

"Agora tenho certeza de que o motivo que levou um a faltar a prova final é o mesmo do outro: eles dormiram juntos!"


"Decidi concedê-los a oportunidade de realizar a prova final e recuperarem suas notas, ao invés de puni-los. No dia, após finalizarem o exame, ambos saíram da sala de mãos dadas! Definitivamente estão namorando!"

"Mesmo que eu não tenha feito nada para o romance dos pombinhos, sinto que tenho crédito nisso, afinal eles se conheceram na minha classe", finaliza o professor.

Um comentário:

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.