Patrick Bradley em seu casamento há quase três anos - Out.com
Patrick Bradley compartilhou a carta que escreveu recentemente para a família no site Out.com.

Bradley - criador do site The Gay Foodie - expressou seu sentimento em relação a seus pais depois que eles faltaram ao seu casamento três anos atrás.

Embora tenham se visto desde então, Bradley e os pais mal se falam. Ele diz que o estresse da situação está agora afetando a sua saúde.

Sua justificativa é finalmente expressar como se sente sobre a rejeição dos pais e contar o "seu lado da história" ao resto da família.

"Passaram-se 890 dias desde que ambos decidiram não participar do meu casamento. Eu não sei dizer por que demorei tanto tempo para fazer esse desabafo", escreveu na carta.

"Mas a hora é essa. Finalmente eu amadureci e cansei de me assombrar com  a presença de vocês - ou a falta de presença, para ser mais preciso."

"São 06:22 da manhã agora. Após pouco mais de três horas de sono, estou escrevendo essa carta para vocês - consciente de que ela tirou a minha oportunidade de ter uma noite inteira de sono antes do trabalho; mas eu prefiro trabalhar com poucas horas de sono do que pouca de dignidade."

"Acho que é hora de explicar ao resto da família o meu lado da história, assim como, tenho certeza, você explicaram o seu", ele acrescenta.

Ele descreve como se sentiu quando, durante um almoço do Dia das Mães, sua mãe lhe disse que nem ela nem seu pai iriam ao casamento - citando crenças religiosas como justificativa.

"No momento em que voltamos para o carro, você mencionou o medo de um anjo aparecer dizendo: 'Pare de rezar para Patrick! Ele já está no inferno!'.

"Expliquei-lhe, de forma simples e calma, que se vocês não comparecessem ao meu casamento, não iriam me ver novamente. O que eu ouvi a seguir me deixou em estado de choque", continua a carta.

Bradley diz que sua mãe "partiu seu coração" quando lhe disse: 

"Seu pai e eu já sabemos disso! Eu falei com ele ontem à noite e aceitamos a situação! Nós achamos que estamos lhe dando uma oportunidade de voltar para Deus!"

No entanto, continua ele, apesar de todo o ocorrido, está disposto a perdoar os pais. Mas com uma condição.

"Eu vou perdoar tudo que fizeram, se vocês, na frente de toda a família (do mais novo ao mais velho membro da família), admitirem que ambos erraram; que deveriam ter comparecido ao meu casamento", escreveu ele.

"Porque eu acho vergonhoso o que fizeram comigo. Vocês despedaçaram toda uma família."

"Eu quero que todos saibam de tudo. E assim, talvez, eu finalmente poderei dormir em paz uma noite inteira."

Para ler a carta na íntegra (inglês), clique aqui.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.