Todos nós ouvimos falar de homens que se dizem heterossexuais, mas transam com gays por dinheiro - e até por fantasia sexual, mas a postagem tem a ver com grana.


Os dois homens que aparecem nas imagens, e no vídeo a seguir indicado, explicam por que eles decidiram se tornar 'gays for pay' - gays por dinheiro.

O programa "True Life", da MTV - que consiste em mostrar problemas da vida real e como os jovens lidam com eles -, entrou nesse universo e apresentará um documentário sobre homens héteros que resolveram negociar sexo com outros homens.



Luke (acima) - conhecido no mundo do pornô como Vadim Black - começou a se apresentar em filmes adultos por dinheiro, mas conseguiu manter a vida dupla em segredo para sua namorada enquanto angariava fãs espalhados pelos quatro cantos.

No entanto, ele se diz cansado desse malabarismo entre os dois mundos: "Não vale a pena. Você está vivo, mas vive se escondendo."



O documentário também acompanha Ben [acima], conhecido no meio como Sean - de Sean Cody Stud. Casado, de família, ele começou recentemente a fazer filmes adultos gays para, segundo ele, "sustentar seus filhos".

Ao contrário de que ocorre com Lucas, a esposa de Ben, Cristal, sempre soube da carreira do marido e acha sexy. Contudo, Ben confessa algo que nos leva a crer que não está feliz com a escolha: "Nunca imaginei que eu faria isso um dia".



O documentário vai ao ar nesta semana pelo canal MTV (USA) e, acompanhando alguns dias na vida desses dois homens, pretende mostrar o lado família, os bastidores e a ação [im]propriamente dita.

O trailer [em inglês] pode ser assistido neste link - sem preocupação, pois não há cenas de sexo. Entretanto o YouTube cria restrições para alguns países. Por conta disso, talvez, você não conseguirá.

Um comentário:

  1. Gente isso é só fachada, dizem que faz por dinheiro porque não assumem o que é.
    O homem que se diz "hétero" hoje em dia que conta-se nos dedos pra achar, não faria isso por dinheiro nenhum.
    Me polpe né, isso é coisa de gente mal resolvida. E outra a desculpa do dinheiro está mais velha do que a posição de cagar.

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.