Postagem de um blog criado por jovem gay, que mora ao lado de uma mesquita, se torna viral

 Via Twitter
A postagem, escrita por Thomas Mauchline, desafia ideias estereotipadas acerca dos muçulmanos e do islamismo. Ele desconstrói conceitos preconcebidos de como ser aceito pelos fiéis da mesquita e da comunidade que o rodeiam.

Leia na íntegra abaixo :

"15 coisas que aprendi sobre Islamismo e valores britânicos sendo um garoto gay que vive em frente a uma mesquita.

1 - Nenhuma mesquita tem estacionamento suficiente e os homens muçulmanos adoram reclamar disso. Não importa o quão jovem ou na moda estejam, em segundos eles apontarão para algum pavimento resmungando algo sobre o número de carros que poderia caber ali dentro.

2 - Observe o que os britânicos fazem uns aos outros quando alguém por perto faz cena com o rosto todo coberto por um véu.

3 - Os muçulmanos rezam muito.

4 - É melhor cronometrar as saídas de casa de modo a coincidir com os momentos em que eles estão rezando na mesquita, pois é quando as ruas ficam cheias de pessoas mais amistosas.

5 - Os muçulmanos, como os britânicos, têm sempre um daqueles tios problemáticos que sabem acabar uma reunião de família.

6 - Quando confrontados com algo fora de sua zona de conforto, como, por exemplo, quando eu e meu namorado dançamos drags na rua, muçulmanos ou britânicos ficam perturbados, mas estranhamente compensam o desconforto com uma postura excessivamente educada - no estilo Hugh Grant.



7 - Quando descobrem que você namora alguém há cinco anos, seus vizinhos muçulmanos ficam muito putos porque o pedido de casamento ainda não saiu. Você escuta coisas do tipo: "tenham uma parceria civil - pelo amor de suas mães".

8 - Geralmente quando rezam em casa pela manhã, eles têm ao seu lado um copo pela metade de algo que aparenta ser chá.

9 - Como na Grã-Bretanha todos os pais muçulmanos acham que sua filha é a mais esperta de todas, mesmo que tenha 6 anos de idade...

10 - ... E que seu filho é um destruidor de corações, embora fique claro para todo mundo que ele passa o tempo todo com seu Xbox [PlayStation].

11 - As mulheres muçulmanas jovens são muito, muito, mas muito ambiciosas.

12 - O sarcasmo dos britânicos e do mais tradicional membro do islamismo funciona muito bem quando confrontado cara a cara com a moderna cultura gay. Por exemplo, quando eu doei 3 roupas com lantejoulas para a campanha de roupas para ajudar os sírios, um dos caras mais velhos riu e, apertando a minha mão, disse: "nossos irmãos e irmãs da Síria agradecem bastante pela sua doação de trajes de noite".

13 - Há sempre uma tia que se envolve muito no planejamento do casamento e irrita muito a noiva.

14 - Durante o Ramadã e Eid são tantas pessoas nas ruas se dirigindo à mesquita que os traficantes de drogas precisam se deslocar para outros lugares - deixando a sua rua realmente segura por um tempo.

15 - As mães não falam nada para calar a boca dos filhos ranzinzas. Mas já vi uma mãe muçulmana dizer à sua criança -  que pedia frango frito após as orações de sexta à noite - que a loja não era halal - mesmo havendo um neon ' halal' de 5 metros na vitrine. Me lembra minha mãe quando dizia que a lanchonete estava fechada para um evento privado para que eu a deixasse em paz.


MASS1 - Social Media in the Drizzle from MASS1 on Vimeo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.