"É o senso comum. Você vê animais se relacionando com outros do mesmo sexo. Animais são melhores porque conseguem distinguir masculino e feminino. Se homens saem com homens e mulheres saem com mulheres, eles são piores que animais".

O raciocínio do astro do boxe, Manny Pacquiao, é:

Animais conseguem se relacionar com outros do mesmo sexo e distinguem masculino e feminino. Homens que "saem" com homens ou mulheres que "saem" com mulheres são piores porque não conseguem diferenciar-se. 

Será que a expressão "se relacionando" é no sentido sexual ou de convívio social?

Convenhamos: em ambos! Até as pedras desse planeta sabem das espécies animais que mantêm relacionamentos homossexuais. A não ser que Pacquiao more no Planeta Nove, ele também sabe.

A diferença é que animais praticam homossexualidade e não sofrem preconceito de seus pares, sequer de seus desafetos - ao dominarem territórios ou liderar grupos, por exemplo.

Com relação ao preconceito, Pacquiao tem razão e se coloca como exemplo: animais são superiores aos humanos.

Tentou remediar com pedido de desculpas nas redes sociais:

"Peço desculpas por machucar pessoas ao comparar homossexuais a animais. Por favor, peço perdão por aqueles a quem machuquei. Vou continuar com a minha crença de que sou contra casamentos entre pessoas do mesmo sexo por conta do que a Bíblia diz, mas eu não estou condenando os LGBT. Eu amo todos vocês com o amor do Senhor. Que Deus abençoe a todos e estou rezando por vocês".

Mas perdeu um de seus mais rentáveis patrocinadores: a Nike.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.