Dias antes das eleições primárias de New Hampshire, há 9 meses, em entrevista para a jornalista Sue O’Connell, NECN e dona do Bay Windows (jornal gay dos EUA), Trump foi perguntado sobre seus planos para a comunidade LGBT - ele havia se declarado contrário ao "casamento gay":

O´Connell: 
“Quando o presidente Trump estiver no cargo, poderemos esperar mais avanços em leis que garantam igualdade para gays e lésbicas?” 
Trump: 
“Olha, vocês poderão esperar. E olha, de novo, vamos unir as pessoas, vocês têm uma opinião e outras pessoas têm outras opiniões. Precisamos unir todos e se não nos unirmos, não vamos mais ter um país.”
Donald Trump é apontado como um mentiroso contumaz, além de xenófobo, racista e misógino, por Michelangelo Signorile, editor do Huffpost US

Na matéria, Trump aparece erguendo a bandeira arco-íris, símbolo LGBT, na qual está rabiscada "LGBT's por Trump". A imagem foi capturada durante um comício em Greeley, Colorado, fim de outubro.


Por que então Donald Trump levantaria a bandeira LGBT se é oponente aos direitos básicos das pessoas LGBT?

Segundo o jornalista, pode ser apenas mais uma das farsas de Trump e faz parte de sua capacidade de mentir para conseguir o que quer.

Pra começar, explica, Trump ergueu o emblema de cabeça para baixo. "A bandeira do arco-íris é composta por seis faixas coloridas, todas com um significado específico, de acordo com Gilbert Baker, criador do símbolo em 1978".

"Também parece estranho que uma pessoa familiarizada com o assunto usaria o termo “LGBTs”, com um “s” a mais no final", analisa Sinorile.
"Na realidade, ele prometeu a grupos anti-LGBT que vai assinar um projeto de lei que na prática permitiria a discriminação contra a essa minoria.
Trump é contra o direito de casamento de pessoas do mesmo sexo desde a primeira vez que tratou do assunto, em 2000, e agora está cercado de homofóbicos como Ben Carson. Ele também está defendendo propostas anti-LGBT.
Ele também disse que vai indicar juízes da Suprema Corte dispostos a derrubar a decisão que legalizou o casamento entre pessoas do mesmo sexo."
Oficialmente eleito presidente dos EUA, não duvide que Trump volte a surpreender seus sectários e descumpra as promessas. Tudo é possível quando se trata de alguém insolente. 

Num passado mais distante, quando o mais alto cargo político era só uma remota possibilidade, ele se apresentava alguém tolerante às causas LGBT. Ele também não se mostrou preconceituoso aos gays em seus vários destemperos durante a campanha presidencial em 2016.

Trump é uma caixa de surpresas para todo mundo. 


2 comentários:

  1. Ele não parece ser muito normal...... parece meio estranho, tipo: "planos para dominar o mundo"....
    Espero estar enganada, como espero estar enganada com o prefeito do Rio.

    abraços Junior

    ResponderExcluir

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.