O maior grupo cristão da Austrália, ACL - Australian Christian Lobby -, está furioso com uma nova campanha publicitária para uma marca de calçados.

A marca Dunlop Volley apresenta modelos gays e heterossexuais que se mostram livres em todos os aspectos: nus ou quase sem roupas eles mostram, com os calçados, o que pessoas muito jovens fazem de melhor.

A diretora da ACL do Estado de Queensland, Wendy Davis, twittou: "Os pais devem tomar cuidado com a Dunlop Volley. A marca vende tênis para crianças, mas no seu site tem imagens censuradas. Eles agora só querem sexo".


O slogan da campanha Volley, diz: "Nós somos filhos do sol e nos sentimos bem ​​em nossa própria pele, então não nos diga a quem amar ou como devemos ser".

Em resposta ao protesto da ACL, a marca declarou: "A campanha é celebração à liberdade sexual ao mesmo tempo em que alertamos do sexo seguro. Nos unimos aos preservativos Ansell em apoio ao sexo seguro. Queremos sexo com segurança em primeiro lugar".

"Portanto, mantenham-se seguros neste verão e transem por nós, por mudanças e por VOLLEY", questionou o representante.

Samuel Leighton-Dore, um dos modelos que aparecem na campanha, opinou: "Talvez ela se ofendeu mais pelas imagens do que pelo que elas de fato representam, que é a liberdade, sexualidade e os sapatos."
"Acho que quando grandes marcas australianas começam a incluir diversidade e sexualidade em seus produtos é um sinal de que organizações como a ACL estão nadando contra a maré", concluiu Samuel.
O ACL é um dos principais adversários dos direitos LGBT na Austrália, luta para censurar a educação sexual LGBT e pela proibição do casamento entre pessoas do mesmo sexo.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.