Barack Obama se despediu da Casa Branca com 60% de aprovação. Ele citou em sua última coletiva como presidente dos EUA, o avanço dos direitos da comunidade LGBT como a conquista que mais sente orgulho em seu governo.
"Não podia estar mais orgulhoso da transformação que ocorreu na nossa sociedade apenas nessa última década. Creio que fizemos algumas contribuições para isso, mas os principais heróis foram mesmo (...)  todos os ativistas e filhos e filhas e casais que disseram 'esse é quem eu sou e tenho orgulho disso'".
Em seu governo, Obama abriu as portas das Forças Armadas para militares gays e comemorou a decisão da suprema corte de legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo, apesar da oposição de alguns Estados e políticos conservadores, destacou o líder.
"O que fez esta administração foi ajudar a sociedade a se movimentar na direção certa, com respeito e de uma forma que não criasse respostas negativas", resumiu.
Obama disse estar confiante que a mudança é "irreversível", especialmente pela maneira de pensar das gerações mais jovens, que não veem como algo problemático que pessoas do mesmo sexo se casem ou se exponham.
“Não importa quem você é ou ama, a América é um lugar onde você pode escrever seu próprio destino”, Barack Obama.
Fontes: Globo, UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.