Onde antes se lia sobre as conquistas dos direitos LGBT, agora o aviso: "Desculpe, nenhum resultado. Tente inserir termos menos ou mais amplos."
Uma vez presidente dos EUA, Donald Trump parece querer trazer de volta aquela America com perfil de superioridade e alienada do resto do mundo. Uma característica bem marcante de governos mais antigos. 

Adeus às minorias

O site da Casa Branca foi alterado para excluir os direitos LGBT conquistados, o Obamacare, a saúde, direitos das mulheres e outras questões que eram preciosas para o ex-presidente Barack Obama.

Na verdade, o site está com novo layout para se adaptar à cara do novo presidente. 

Essa página não existe mais no site da Casa Branca: "Por causa de sua ajuda, iremos proteger os direitos das pessoas LGBT desse país, mais do que qualquer outro governo na história."


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.