Charles foi convidado pela CoverGirl em outubro de 2016 para ser garoto-propaganda de uma campanha de cosméticos. Gutierrez acaba de ser contratado pela Maybelline para o mesmo fim.

Sucesso alheio costuma incomodar os invejosos que ainda querem tirar proveito. 

Após o convite da Maybelline, Gutierrez correu para o Twitter e celebrou o sucesso com seus seguidores.

Juntamente com comentários positivos, o "beauty boy" enfrentou a seguinte ofensa do blogueiro Matt Walsh, conhecido nos EUA por suas opiniões conservadoras sobre a homossexualidade: 

"Pais, essa é a razão pela qual vocês devem estar presentes na educação de seus filhos." 
A resposta veio do alto de um salto agulha que deve ter furado o ódio do cidadão blogueiro:
"Na verdade, meu pai trabalha para mim e ele está muito orgulhoso de mim."
E o pai também não deixou passar em branco:
"Aqui é o pai de Manny, sr. Deixe-me começar dizendo que sempre estive presente na educação de meu filho e sempre estarei lá para ele. Não só sinto orgulho pelo que ele conquistou, como sou mais orgulhoso ainda pela pessoa que ele se tornou. Eu sei que suas palavras são pronunciadas porque você desconhece alguém da comunidade LGBT. Se conhecesse saberia que são as pessoas mais honestas e bondosas do mundo."
Em outra postagem em seu blog, usando a foto James Charles, 17 anos, Walsh também destilou:

"Pais, não podemos esperar que nossos filhos se tornem homens de verdade se não os ensinarmos como."
Não há pista sobre resposta de Charles para tamanha insolência, mas não se pode deixar barato assim. Concorda? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.