Na noite do Oscar 2017, os apresentadores Warren Beatty e Faye Dunaway leram o cartão com o nome do ganhador do troféu na categoria "Melhor Filme", e anunciaram "La La Land". 

Rapidamente um representante do evento foi ao palco para corrigi-los (foto Getty acima) até que um dos produtores do musical, ao lado de sua equipe que estava no palco pronta para o discurso de vitória, falou: 
"Me desculpem. Há um engano. "Moonlight" [apontando para a equipe do filme], vocês ganharam o Oscar de Melhor Filme. Não é piada. Ele [arrancando o cartão da mão de Warren Beaty] exibe o cartão e repete o que está escrito: 'Moonlight, Melhor Filme".
O que vem depois é uma série de constrangimentos. A atriz Faye Dunaway desapareceu do palco. Warren Beatty, desconcertado, disse que recebeu o envelope errado e que não tentou fazer piada - até porque ninguém achou graça.

Foto: Aaron Davidson/Getty Images for A24)
Enfim, para surpresa confessa do diretor Barry Jenkins, 'Moonlignt', filme de drama queer, ganhou as maiores honras da noite do Oscar, faturando ainda as estatuetas de "Roteiro Adaptado" e "Ator Coadjuvante" (Mahershala Ali). 

"La La Land" levou seis troféus: "Melhor Diretor", "Melhor Atriz" (Emma Stone), "Música Original", "Trilha Sonora", "Fotografia" e "Design de Produção". 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.