Twitter suspende conta do usuário que escreveu "sapatão" em postagem dirigida a Fernanda Gentil

Apresentadores Flávio Canto e Fernanda Gentil na brincadeira em estúdio que gerou a reação do seguidor 'hater' do Twiter - Imagem Instagram
Fernanda Gentil, além de ótima profissional, de trabalhar para uma emissora importante, é uma das pessoas mais bacanas e queridas da telinha. Muita gente tomou suas dores quando, há três dias, um seguidor a chamou de "sapatão", em tom depreciativo, no Twitter.
A jornalista não deixou barato.

Como é de seu temperamento, ela compartilhou a postagem do tal Antônio Ribeiro respondendo ironicamente: “Oi, fala!”. O resultado foram os milhares de compartilhamentos e curtidas por outros trocentos mil usuários do Twitter que já usam o "oi, fala" de Gentil, como o novo "foda-se" para geral.

Em dois dias a rede social tomou a providência devida e suspendeu a conta do usuário indelicado - só não se sabe ainda se é suspensão temporária ou definitiva. Há regras nas redes sociais que todo usuário deve obedecer sob pena de sofrer penalidades.


Mas e se a gente chamasse o advogado do diabo para avaliar essa questão? E se ele perguntasse "que outra palavra o seguidor malcriado de Fernanda Gentil poderia usar para chamá-la daquilo que ela é sem se mostrar um 'hater'?". Ficaria menos pejorativo se ele a chamasse de homossexual, gay ou 'sapata' linda, por exemplo?

O agravante foi ele ter respondido à jornalista em tom de fúria, ao invés de se retratar ou de reverter seu erro numa historinha amigavelmente irreverente.
"Só porque você falou comigo, agora estão todos comentando. São todos oportunistas!! Deveriam é está trabalhando isso!" (@Antonio08345923)
O silêncio que seguiu foi a prova do dolo da ofensa do usuário. É como se ele dissesse: "Já falei o que eu queria. Você é uma pessoa horrível porque é gay".

Fernanda Gentil e Priscila Montandon formam um belo casal. São duas gays lindas, corajosas. Fernanda é querida e, mesmo que não queira levantar bandeiras, serve de exemplo para muitas pessoas que têm problemas para aceitar a sexualidade própria ou a alheia.

Uma publicação compartilhada por Fernanda Gentil - Oficial (@gentilfernanda) em

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.