A hashtag #GirlsKissGirlsSelfies (algo como selfies de garotas que beijam garotas) vem sendo utilizada por meninas de todo o mundo e compartilhada no Twitter e no Tumblr.

O movimento exibe as selfies das garotas, mas chamam atenção as declarações sobre bissexualidade em tom libertário.

Algumas postagens são manifestações contra o machismo, outras defendem os gays e algumas elogiam o beijo entre mulheres: "Girls kiss better" (garotas beijam melhor), postou a usuária Casey. 


Por curiosidade, se se colocar a mesma hashtag com a palavra "boys" (garotos) ao invés de "girls" (garotas), o usuário encontrará algumas postagens de meninos, mas sem a mesma expressividade (#BoysKissBoysSelfies).

Site mexicano mede os "trends topics" globais (azul) e do México. Nessa amostra, a hashtag aparece entre os dez primeiros tópicos do mundo entre 17h e 20h de hoje.
As nacionalidades são bem variadas: francesas, mexicanas, americanas e, veja só, muitas meninas muçulmanas.

Entretanto, o movimento parece ser absolutamente livre de influência ideológica, já que os compartilhamentos são feitos por pessoas que, aparentemente, não têm ligação com ativismo LGBT.

Beijo entre garotas é tendência também na moda.

Campanha Tom Ford Inverno/2016 / Foto Inez van Lamsweerde e Vinoodh Matadin
Em setembro de 2016, o estilista Tom Ford lançou uma campanha mundial para sua coleção de inverno na qual as modelos Grace Hartzel e Amilna Estevao trocam selinho - o que não é comum em fotos de moda.

As fotos bombaram nas redes sociais. 
"O clique ficou incrível não só por que retrata a cena de forma delicada e elegante, mas mostra que as roupas do designer, que já foram muitas vezes representadas apenas por fotos de casais heterossexuais, foram feitas para todos. Em um ano em que o nosso editorial de Dia dos Namorados foi alvo de comentários racistas e homofóbicos, é sempre bom relembrar em uma campanha de alcance mundial", analisou Marcela de Mingo, da ELLE.

Veja mais algumas postagens do movimento "Garotas beijam garotas".


"Uma garota que beija meninos e meninas (esse é o meu jeito de sair do armário, se é que você me entende)" 


"Muçulmana bissexual (meu jeito de sair do armário)"



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.