Uma criança, aluna de escola em Orlando (EUA), contou que a motorista de seu ônibus escolar lhe disse que ela e suas duas mães irão para o inferno.

O garoto, da segunda série do ensino fundamental, um dia chegou da escola repetindo a retórica de que todos os três membros da família vão para o inferno por causa do relacionamento homoafetivo de suas mães.

Nathaly Encarnacion, uma das mães, explicou que as palavras de seu filho a levaram ao passado.

"Eu não conseguia entender o porquê, ele sempre foi super orgulhoso de ter duas mães", disse ela. "Eu continuava perguntando a ele a razão de se sentir assim e ele simplesmente falava sobre como não poderíamos estar juntas ou que iríamos todos para o inferno. Eu chorei aquela noite inteira", desabafou.

Mas a verdade veio à tona com a revelação de que era a motorista do ônibus, Violeta Jacobo, quem estava colocando aquelas idéias na cabeça da criança.

Violeta dizia ao menino que ele não pode ir ao céu tendo duas mães lésbicas; que é pecado. Ela ofereceu à criança um cartão de visita da organização Testemunhas de Jeová.

"Ele chegou em casa e me deu esse cartão dizendo que nós temos que assistir aos vídeos do site", disse Encarnacion. "Ele nos dizia [que ter duas mães] não está certo; que Deus não gosta e por causa disso nós não vamos chegar no céu".

"Eu fiquei até balançada porque me disseram que Testemunhas de Jeová não acreditam em inferno", acrescentou ela, "mas o que ele descreveu é o que eu penso do inferno".

Após a revelação e a denúncia das mães na direção da escola, a motorista não sofreu qualquer punição disciplinar, de acordo com o site Orlando Sentinel.

A motorista apenas foi instruída a seguir o código de conduta e aconselhada por seu supervisor a não promover assuntos religiosos.

Encarnacion está, claro, chateada com o desfecho do caso e sente que algo mais rigoroso precisa ser feito para disciplinar essa motorista.

"No mínimo, ela tem que ser suspensa", disse a mãe. "Ela nem deveria se aproximar das crianças. Se mostrou uma figura autoritária para meu filho e o que ela disse realmente o afetou, perturbou a minha família e as nossas vidas completamente."

Pais LGBT devem ficar atentos para as mudanças de comportamento de seus filhos. Nem todas as crianças são abertas como o filho de Encarnacion. Religiosos fundamentalistas como Violeta Jacobo podem se tornar danosos à sociedade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.