Uma nova pesquisa descobriu que homens que gostam de fazer piadas e brincadeiras homofóbicas ou sexistas - ou homens que as acham engraçadas - o fazem quando sentem que sua masculinidade está ameaçada.


Os resultados foram obtidos de dois estudos envolvendo 387 homens heterossexuais, coordenados por Emma O'Connor, da Western Carolina University (EUA).

Os participantes foram convidados a preencher um questionário especialmente projetado para testar suas personalidades e atitudes sociais.

O mais importante é que o questionário também foi usado para testar os níveis de preconceito e antagonismo contra homens gays e mulheres.

No cerne do teste havia perguntas para determinar o tipo de humor que eles preferiam.

Os resultados mostraram que os homens fazem piadas homofóbicas quando sua masculinidade, como definida pelas normas de gênero típicas atribuídas aos homens, está sendo desafiada ou ameaçada.

"Homens com nível elevado de crenças precárias de masculinidade expressaram humor sexista e homofóbico em resposta a uma ameaça a sua masculinidade. Eles acreditam que esse comportamento reafirma uma impressão mais máscula deles", explicou Emma O'Connor.

"Parece que, mostrando diversão com humor sexista e homofóbico, esses homens podem se distanciar dos traços que eles querem descaracterizar."

Emma e sua equipe de pesquisa esperam que, entendendo esse tipo de comportamento, os resultados possam ser usados ​​para evitar o uso desse tipo de humor no local de trabalho.

"Os locais de trabalho onde as mulheres ocupam posições de autoridade podem inerentemente desencadear ameaças de masculinidade para homens com crenças precárias de masculinidade e, portanto, gracejos sexistas", disse O'Connor.

Ela acrescentou que os dados podem ajudar gerentes a lidar efetivamente com humor sexista e homofóbico em um ambiente de trabalho, monitorando os locais de trabalho mais de perto para preventivamente identificar as ameaças de masculinidades nesses cenários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.