O [SSEX BBOX] - assim mesmo, entre chaves -, grupo que movimenta projetos sociais com foco na população LGBT, acaba de lançar uma campanha com ativistas de todo o mundo para combater a homofobia na Rússia.

O movimento utiliza as letras LGBTQIA para abranger outros grupos além das lésbicas, dos gays, dos bissexuais e dos transexuais: "Q" para os 'queer', "I" aos intersexuais e "A" representa tanto os assexuados como os "aliados"  - os antigos simpatizantes. 

A palavra homofobia foi substituída pelo grupo por "homolesbotransfobia" - nesse caso, os grupos citados no parágrafo anterior ficou de fora. 

O projeto global foi denominado "Kremlin Kiss-In" e é "contra o silenciamento da população LGBTQIA na Rússia". E quer a sua ajuda.
"Na Rússia, LGBTQIAs estão sendo calados pelo governo Putin. A Parada LGBTQIA foi banida por lei por 100 anos! E a liberdade de expressão está cada vez mais restrita. Por isso, faremos o maior beijaço digital do mundo onde protestos públicos de cunho LGBTQIA dão cadeia: no Kremlin de Moscou."
Para participar, você pode enviar um vídeo ou uma foto beijando quem você quiser. Para compreender melhor, visite o site do [SSEX BBOX] aqui ou confira as explicações do vídeo abaixo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para se cadastrar, preencha o formulário na coluna do lado direito do blog.
Seu comentário é bem vindo, desde que:
1. possua nome e link válidos;
2. não contenha cunho racista, discriminatório ou ofensivo a pessoa, grupo de pessoas ou instituições;
3. não contenha cunho de natureza comercial ou propaganda.
Grato pela compreensão.